FCJ

FCJ lança programa de 1º milha para ajudar empresas a iniciarem a inovação corporativa

FCJ lança programa de 1º milha para ajudar empresas a iniciarem a inovação corporativa

De forma prática e com baixo investimento, o programa de 1º milha permitirá às empresas iniciarem a inovação corporativa através da conexão com um ecossistema consolidado

As empresas que se mantêm líderes e geram constantes transformações são aquelas capazes de se adaptar estrategicamente, seja em relação ao atendimento ao cliente, ao próprio modelo de negócio ou até mesmo à forma de gerir o capital humano. Nos últimos anos, principalmente devido à pandemia, as empresas brasileiras entenderam que a inovação é uma exigência para sobreviver. Na prática, quem não se adapta às condições do mercado, corre o risco de desaparecer.

Nesse cenário, a FCJ Venture Builder, multinacional brasileira líder em venture building, anunciou o lançamento de um programa que permitirá que empresas deem início à inovação corporativa e se conectem às startups com base no modelo de “sponsorship” dentro de um ecossistema consolidado e com nove anos de experiência.

O Discovery Innovation auxiliará as empresas a transformarem sua cultura e o modo como as lideranças compreendem a inovação corporativa. “O objetivo do programa é fazer com que empresas saiam do estado analógico e se tornem digitais ao se aproximarem do ecossistema de inovação”, explica Paulo Justino, fundador e CEO da FCJ Venture Builder.

Ainda segundo Justino, o programa é mais abrangente que os atuais modelos de “match com startups”, normalmente utilizados nos programas de open innovation (inovação aberta). “Não basta localizar uma startup; é preciso ir bem além no processo de aproximação startup-empresa”, acrescenta o CEO da multinacional. “Outro ponto fundamental é levar o conhecimento de inovação para todos os colaboradores da empresa, e não somente para um departamento ou setor”. Nesse sentido, o programa prevê uma série de treinamentos e capacitações, além de atividades práticas, como o “Investor Day”.

Dividido em três categorias para atender às reais necessidades de cada corporação, com os planos básico, segmentado e global, o programa tem como foco a aplicação de ferramentas como design sprints, open innovation e roadmaps digitais para que as empresas se aproximem da cultura de inovação.

“Se as empresas não se prepararem para fazer a disrupção do seu negócio, elas serão vítimas da transformação digital”, pontua Júlio César Borges, diretor comercial da FCJ Venture Builder. “As empresas continuarão fazendo o que elas fazem, em seu core business, mas, com o programa, elas também passarão a pensar nos próximos três, cinco ou dez anos do negócio.”

O programa de primeira milha de transformação digital da FCJ Venture Builder conta com diversas iniciativas do grupo, como a Innovster, empresa especializada em design sprint; a Bridge Brazil, especialista em softlanding; a Startup Estúdio, que produz soluções na área de desenvolvimento de softwares; e a FCJ Academy, plataforma de treinamentos para os colaboradores; além de acesso ao ecossistema de inovação do grupo e a participação nos eventos e atividades das Corporate Venture Builders que compõem a rede FCJ.

As empresas que se interessarem pelo Discovery Innovation, 1º milha, também acompanharão o processo de seleção e desenvolvimento das startups que melhor se relacionarem com seu segmento e atenderem às suas dores e terão prioridade na aquisição de soluções, como “early adopters”. 

“Essa é uma oportunidade de se adequar às mudanças de mercado, criar valor para a corporação e implementar novos serviços, produtos e tecnologias de forma inteligente”, finaliza Júlio César Borges, diretor comercial da FCJ Venture Builder.

Sobre a FCJ Venture Builder

A FCJ Venture Builder é uma multinacional construtora de empreendimentos corporativos que utiliza modelos de investimento personalizados para empresas que precisam inovar a fim de ficar à frente de seus concorrentes, compartilhando os riscos da operação e auxiliando na maior parte do trabalho, incluindo captação de recursos, seleção das tecnologias adequadas e execução de programas de inovação. Atualmente, o grupo conta com cerca de 140 startups ativas em seu portfólio, mais de 860 investidores-anjos e 60 empreendimentos, entre venture builders, plataforma de crowdfunding, plataforma de gestão de portfólio e grupos de investimento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

AssuntosRelacionados

Nosso Instagram

Post Recentes